TJA 100 anos: Técnico de som trabalha há mais de 50 anos no Theatro José de Alencar

mai 20, 2010
Mauro Coutinho está há mais de 50 anos no TJA

Mauro Coutinho está há mais de 50 anos no TJA | foto: Fabio Lima

Ele é um dos primeiros técnicos de som do Ceará. Do rádio para o teatro, Mauro Coutinho fez transmissão ao vivo de programas radiofônicos de auditório direto da grande sala de espetáculo do TJA.

São mais de 50 anos entre os bastidores e a torrinha – quarto piso da sala de espetáculo, de onde opera a mesa de som, cujo acesso via escadas tira o fôlego de novatos. Há dias em que Mauro sobe e desce mais de quatro vezes, antes de começar o espetáculo. Resmungão, é alvo de brincadeiras constantes.

Antigão, diz-se que ele está no teatro desde 1903, apesar da construção só ter começado em 1908 e o TJA ter sido inaugurado dois anos depois, em 1910. Virou personagem do livro “A bailarina fantasma” (Ed. Biruta, São Paulo), de Socorro Acioli, que conta a história da mais célebre assombração da casa.

Confira todas as notas sobre o centenário do Theatro José de Alencar

CATEGORIAS: TJA 100 anos

Comentários

Deixe aqui seu comentário