8ª Bienal Internacional de Dança do Ceará tem abertura oficial em Fortaleza

out 21, 2011
Prélude à L’Après Midi d’Un Faune, da São Paulo Companhia de Dança | foto: divulgação

Prélude à L’Après Midi d’Un Faune, da São Paulo Companhia de Dança | foto: divulgação

Com a exibição do videodança Prélude à la Mer, dirigido pelo belga Thierry De Mey, a apresentação do solo biográfico Cédric Andrieux, criação do  francês Jérôme Bel, e o espetáculo Prélude à L’Après Midi d’Un Faune, da São Paulo Companhia de Dança, será aberta oficialmente nesta sexta-feira, dia 21, em Fortaleza, a 8ª Bienal Internacional de Dança do Ceará. 

A apresentação acontece às 20h, no Theatro José de Alencar.

Com toda a programação gratuita, esta edição da Bienal tem atividades acontecendo desde o dia 3 deste mês o só termina no dia 6/11, com programação em Fortaleza e mais dez cidades do Ceará: Paracuru, Guaiúba, Aracati (Canoa Quebrada), Sobral, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Juazeiro do Norte, Barbalha, Crato e Nova Olinda.  

A realização é da Indústria da Dança.

Paracuru e Sobral

Em Paracuru, dois espetáculos serão apresentados no dia 21/10, ambos no Teatro David Linhares, na Escola de Dança de Paracuru. Às 19 horas, a Paracuru Cia. de Dança apresenta o resultado da primeira fase do trabalho realizado no Ateliè de Remontagem Coreográfica de So Schnell, conduzido pela francesa Cathérine Legrand entre os dias 03 e 11/10. 

De 24 a 26/10 acontece a segunda fase do ateliê, que será conduzido por Sylvain Prunenec. No dia 27/10, às 21h, a o espetáculo no Teatro Dragão do Mar em Fortaleza.  Dominique Bagouet e Sylvain Prunenec são integrantes do Carnets Bagouet, associação que remonta e transmite os espetáculos criados pelo coreógrafo para companhias de todo o mundo.

Mova-se: com a Escola de Dança de Paracuru | foto: divulgação

Mova-se: com a Escola de Dança de Paracuru | foto: divulgação

O segundo espetáculo da noite será com os alunos da Escola de Dança de Paracuru, apresentando às 20h o espetáculo Mova-se (2009. 15 min. Livre), coreografia de Ivaldo Mendonça, com direção Flávio Sampaio.

Em Sobral, no palco do Theatro São João, apresenta-se às 20h o Lume Teatro, de São Paulo, com o espetáculo Sopro (2006. 50 min. 16 anos), solo criado por Carlos Simioni, Tadashi Endo e Denise Garcia, interpretado por Simioni. E às 21h, a cearense Marina Carleial apresenta o solo Compartir (2010. 40 min. Livre), concepção, performance e figurino da própria intérprete, que teve a preparação teatral de Catharina De Papas e consultoria teatral de Danilo Pinho.

Confira a programação completa no site da Bienal.

CATEGORIAS: Blog Roteiro > Dicas

Comentários

Deixe aqui seu comentário

_120x600_CGH_SDU.jpg
Instagram